Franchising: o caminho de baixo risco e com alto sucesso Franchising pode ser um bom caminho de negócio, tanto para franqueado como para o franqueador.

Publicado em: Leitura: 2 minutos

Embora o termo pareça complicado, o seu significado é bastante simples e fácil de entender. O franchising é o termo utilizado para a relação entre franqueado e franqueador, onde o franqueador é o proprietário de uma marca, com um negócio potencial e com bons resultados. Já o franqueado é um investidor que deseja utilizar a experiência, o modelo de negócio e a marca deste proprietário.

De forma bastante simplificada franchising é a permissão para replicação de um negócio que está dando certo.

A jornada para iniciar uma nova empresa do zero e torná-la lucrativa exige esforço, investimento e envolve riscos, principalmente para “empreendedores de primeira viagem”. Abertura de CNPJ, desenvolvimento de um produto ou serviço, busca por fornecedores, escolha de um ponto, criação de processos de operação, sistemas de gestão, sistemas de pagamento, atividades de marketing, logística e outras, são alguns exemplos de atividades que uma empresa inicial precisa realizar. Conforme o ramo de atuação da empresa outras atividades também são necessárias.

Agora imagine poder contar com a experiência e o aprendizado já desenvolvido, testado e ajustado por outra empresa, além do suporte desta marca para colocar tudo isso em prática. Reduziria bastante o risco desse negócio não dar certo e encurtaria bastante o caminho para que essa empresa gere lucro de forma consistente, ainda que nenhum destes seja garantido. O franchising funciona exatamente desta forma.

Uma empresa com produtos, processos e padrões desenvolvidos permitindo que pessoas interessadas em iniciar uma empresa utilizem essa expertise.

No Brasil esse é um modelo que se desenvolveu muito nos últimos anos e vem apresentando ótimos resultados, tanto para as marcas quanto para os novos empreendedores. Uma amostra do resultado deste trabalho é a taxa de mortalidade de pequenas empresas e de franquias. No Brasil, para cada 100 pequenas empresas que são abertas, cerca de 22 são fechadas após 5 anos. Já para franquias, este número cai para cerca de 6 franquias fechadas, no mesmo período.

Pensando em abrir o seu negócio em 2022? Conheça algumas franqueadoras que se desenvolveram com o apoio do Sebrae RS e podem ser boas opções. Clique no link abaixo:

Saiba Mais

 

 

Conteúdo escrito por:
Rafael Laureado em administração de empresas pela PUCRS, atua no Sebrae RS desde 2019. Contribuiu com o desenvolvimento e expansão de franquias da The Body Shop Brasil (L’oreal) e Bella Gula. Atualmente coordena projetos para pequenas empresas do RS que buscam expandir através do franchising.

Tags do post:

franchising franquias negócios

Você também pode gostar de: